Charge do Alpino, reproduzida do Arquivo Google

Definição de base aliada na politica moderna

Na prática politica da politica nova, “base aliada” é formada por grupo de parlamentares, sejam vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores, que eleitos pelo POVO para trabalhar pelos interesses da comunidade, do estado e do país, aceitam esquecer o compromisso que fizeram para se elegerem e aderem aos planos do poder executivo em troca de benesses. Essas benesses nem sempre são republicanas e acima de tudo são imorais. Após a adesão, aprovam tudo que for de interesse do poder executivo, que quase sempre não são de interesse do POVO.

A moeda de paga para os componentes de base aliada vão, desde mensalinhos pagos com dinheiro desviados dos cofres públicos, até nomeação de parentes para cargo publico, gratificações indevidas para apaniguados e até amantes, contratos de prestação de serviço ou fornecimento de bens de consumo de interesse do aliado, licença para construção irregular, perdão de divida, dinheiro para fundações e empreiteiras do aliado, patrocínio de congressos que só servem para aumentar o ganho financeiro do parlamentar e coisas do gênero.

No âmbito municipal, por exemplo, temos recentemente a aprovação de uma lei para negativar as pessoas que não conseguem pagar seus tributos municipais e, mesmo sendo uma lei esdruxula, os adeptos da “base aliada”, capitaneados pelo presidente da “base aliada”, (ops! da câmara), pensaram muito mais no quanto lucrariam ou o quanto manteriam de suas benesses, do que no prejuízo que levariam aos mais humildes.

Na esfera estadual, os deputados da “base aliada”, capitaneados por Paulo Corrêa (aquele que ensinou Felipe Orro como roubar na folha de pagamento), está investigando os corruptores JBS e não está investigando os corrompidos (Zeca, André e Reinaldo), segundo delação dos próprio corruptores.

Em Brasilia a coisa é mais grave: o “fanfarrão” Carlos Marun, que defendeu o presidiário Eduardo Cunha, agora lidera a base, que ganhando favores imorais, barram a Corte Suprema de processar: ladrão, amigo de ladrão, parente de ladrão e similares.

Por sorte, ele não é bom advogado, pois seu último cliente ( Eduardo cunha) está preso.

Base aliada no termo prático da politica moderna é isso.

The following two tabs change content below.

Latest posts by David de Moura Olindo (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *